número do telefone

Cursos, treinamentos & notícias

Curso Esocial – Versão 2.4 na prática


Com o Professor Roberto Bortolan
Dia: 17 de abril de 2018
Horário: 8h30 às 17h30
Local: AJORPEME
Carga Horária: 8 horas

Conceitos do Curso:
As mudanças na Administração da Folha de Pagamento e nas Rotinas Legais da área de Recursos Humanos O processo de auditoria online sobre os procedimentos administrativos trabalhistas e previdenciários das empresas As obrigações acessórias que serão substituídas pelo Esocial, Passo a passo da versão 2.4 que está adequada perante a Lei 13.467/2017 publicada em julho/2017 e que apresenta novos entendimentos na relação de trabalho e altera a CLT Os impactos sobre os processos executados diariamente e mensalmente pelas empresas Quais medidas devem ser adequadas e que antecedem a implantação do Esocial
Resumo
A partir de julho o e social, promove uma completa mudança na gestão das informações das empresas, alterando o modo de fiscalização, ou seja, não é mais o auditor fiscal que vai até o contribuinte em busca da informações e documentos, agora é a empresa que vai até o órgão de fiscalização quando transmite os seus arquivos digitais, trabalhistas e previdenciários, através do Esocial.
Hoje já é feita uma fiscalização superficial através da GFIP`s enviadas mensalmente, em que se confessam os débitos previdenciários e de FGTS, para que posteriormente o Governo possa confrontar tais dados com seus respectivos pagamentos, e, caso sejam verificadas divergências, travam-se as emissões de CND.
Temos também os CAGED`s mensais e a RAIS anual entregues ao ministério de Trabalho com as informações sobre vínculos empregatícios.
Através do ESocial vai muito além e será uma janela de observação, permitindo aos diversos órgãos a ele relacionados examinar bem de perto o dia a dia das empresas.
Com o eSocial estarão envolvidas: RECEITA FEDERAL DO BRASIL , PREVIDÊNCIA SOCIAL , CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO e a JUSTIÇA DO TRABALHO.


Curso: Procedimento para Fechamento de Balanço

Data: 13/03/2017
Carga Horária: 8h
Palestrante: Lúcia Young
Local: Sescon
Passos básicos para fechamento de balanços, a importância da documentação contábil e fazer o cliente entender dessa importância, entendendo o balancete de verificação, como realizar as conciliações contábeis, como separar as obrigações de longo e curto prazo, a contabilidade gerencial para tomada de decisões.

Curso : Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2017

Data: 06/03/2017
Carga Horária: 8 hrs
Palestrante: Lúcia Young
Local : Auditório SESCON

Apresentação das novidades para o ano de 2017:
- Atualização automática do programa gerador da declaração;
- Receitanet Integrado;
- Dependentes com 12 anos ou mais são obrigatórios a informar CPF;
- Valores para dedução mantiveram congelados: dedução por dependente continua R$ 2.275,08, educação até R$ 3.561,50 e utilizando o desconto simplificado de 20% , limitada a R$ 16.754,34.
- Obrigatoriedade passa a ser acima de R$ 28.559,70


Fizemos parte do Núcleo Ajorpeme

Atuamos com seriedade, ética, lealdade, confiança e união, proporcionando Assistência completa muito além da contabilidade.
Conheça o núcleo: https://goo.gl/TlLzqy #nucleocantabilajorpeme #juntossomosmaisfortes
Fonte:http://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2016/06/21/senado-aprova-texto-base-do-projeto-que-atualiza-as-regras-do-supersimples

Regras para o enquadramento das empresas no Supersimples..

O Senado aprovou, em primeiro turno, nesta terça-feira (21) a atualização das regras para o enquadramento das empresas no Supersimples – como é conhecida a legislação com regras tributárias simplificadas para as empresas. O texto base foi aprovado por unanimidade Mudanças Entre as mudanças, está a elevação de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões do teto anual da empresa de pequeno porte (EPP) a ser incluída no programa (o teto anterior era de R$ 14,4 milhões). A relatora reconheceu que o novo teto ficou “aquém” do proposto inicialmente, mas considerou que a situação precária da economia do país exigiu adaptações também nas propostas legislativas. O número de faixas de faturamento foi reduzido de 20 para 6 faixas, segundo Marta, para simplificar a lógica de todo o sistema. A ideia inicial era que os ajustes já valessem para o ano que vem. Mas depois de uma emenda do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), a maioria dos ajustes entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2018. Um único dispositivo entrará em vigor imediatamente: a criação de um parcelamento especial de débitos das empresas do Simples de 120 meses, com a possibilidade de redução de multas e juros. O projeto também eleva o limite de receita bruta anual para o enquadramento como microempreendedor individual, que passa dos atuais R$ 60 mil para R$ 72 mil. Além disso, permite a adesão ao Simples do empreendedor do meio rural com receita bruta de até R$ 72 mil. Outra mudança beneficia microcervejarias, vinícolas, produtores de licores e destilarias, que poderão aderir ao Simples Nacional. O projeto ainda isenta alguns tipos de empresa na exportação e prevê a figura do investidor anjo – uma pessoa com recursos que financia diretamente empreendimentos em seu estágio inicial (start up). Uma emenda, do senador Ronaldo Caiado (DEM-GO), pedia a inclusão da atividade médica no Supersimples. Apresentada em forma de destaque, a emenda foi aprovada por 47 votos a favor e 8 contrários, além de uma abstenção.
Fonte:http://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2016/06/21/senado-aprova-texto-base-do-projeto-que-atualiza-as-regras-do-supersimples

Palestra da Corporação de Bombeiros Voluntários de Joinville na sede da Ajorpeme

Estivemos nesta quarta-feira, dia 15 de Junho de 2016, assistindo a uma palestra da Corporação de Bombeiros Voluntários de Joinville na sede da Ajorpeme,provida pelo Engenheiro de Segurança do Trabalho, Sr. Luciano Mendonça Seiler . O objetivo deste evento foi promover aos escritórios de contabilidade informações sobre as mudanças que houveram na legislação, quanto as vistorias realizadas nas obras e empresas. Em Dezembro de 2015 o município de Joinville revogou o decreto nº 9.204/99 e a partir dessa data adotou as normas de proteção e prevenção contra incêndio e pânico do Estado de Santa Catarina, pela Lei nº 16.157/13. O Eng°. Luciano, explicou que acolheram a essa nova legislação em virtude de outros municípios do Estado já estarem aplicando e principalmente pelo fato de a legislação municipal que por anos gerenciou o município de Joinville estar consideravelmente desatualizada. Enfatizou, que estão em fase de adaptação, mas que as normas estaduais já estão sendo requeridas.


Cléia Coelho, participou 16º CONESCAP/2015 - realizado nos dias 11 e 12 de Novembro em Olinda/Pernambuco.


Cléia Coelho, participou do XXIX CONTESSC - Convenção de Contabilidade do Estado de Santa Catarina realizado nos dias 14-15 e 16 de Outubro 2015


Carolina Henriques, Coordenadora Setor Fiscal, no decorrer do mês de Março 2015, participou de TREINAMENTO Analista Fiscal, com o instrutor Derlindo Maschio, entre muitas atualizaçoes destacamos abaixo:

  • Para o ano 2016 haverá aumento do teto do Simples Nacional de 3 milhôes e 600 mil para 7 milhões e 200 mil, e em condições especiais a algumas industrias poderá chegar até 14 milhôes.
  • Obrigação do Bloco K digitalização do livro de controle da produção e estoque, através do qual organizações industriais e atacadistas deverão apresentar seus estoques e sua produção no SPED Fiscal, será apartir de 2016.
  • SPED para empresas do Simples Nacional, será apartir de 2016.
  • Importância de enviar um arquivo completo com os dados fiscais para a contabilidade, pois é baseado nele que fazemos as devidas conferências e ajustes, para o Fisco o que vale e o arquivo que vem para a contabilidade e que nós deveriamos apenas conferir e assinar, os arquivos teriam que ser exatamente iguais . em caso de fiscalização os arquivos estarão divergentes podendo gerar multas futuras.



  • Cléia Coelho, participou do Treinamento na Ajorpeme ministrada pelo Dr. Daniel Hoffmann, assunto direcionado a Distribuição de Lucros, entre muitos ATOS ADMINISTRATIVOS , destacamos:

    Documentos que fundamentam a Distribuição:

  • Contrato social – Estatuto Social;
  • Ata de deliberação dos sócios;
  • Escrituração contábil regular;
  • Balancetes no caso de antecipações (encadernar com a escrituração contábil do mês no livro diário);
  • DRE;
  • Distribuição de acordo com a existência de lucro;
  • Recibo de distribuição (comprovante de pagamento);
  • Recibo de remuneração (comprovante de pagamento);


  • "O Sucesso de sua Empresa passa pela responsabilidade em diminuir riscos tributários."

    Treinamento para as Declaraçoes Receita Federal

    Nossa Equipe esteve em Treinamento para as Declaraçoes Receita Federal, DIRF,DMED e DIMOB 2015 - entre muitas Atualizaçoes destacamos: As empresas que utilizam Operadoras de Cartão de Crédito são obrigadas a enviar extrato anual de monvimentação com cartão de credito, Prazo Final DIRF 28 de Fevereiro de 2015 A partir de 2015 todas as pessoas fisicas que estao na obrigatoriedade do carné leão deverão emitir o Recibos por CPF, de seus Clientes, pois havera cruzamentos de informações . Novidades Declarações para 2016 - prepare seus documentos com tempo e atenção.

    Curso SPED Fiscal

    Dia 26 de setembro de 2014, a Contadora Cléia Mara Coelho, participou do curso SPED Fiscal Bloco K, com Instrutor Elielton Souza, promovido pela Socion - o mesmo trata dos detalhes de apresentação do movimento de estoque e atenção a classificação dos itens que interferirem diretamente no aproveitamento de créditos dos tributos. Aury Coelho - Sempre buscando o Conhecimento para a mais acertada decisão dos seus clientes.

    Monitoramento das Empresas do Simples Nacional

    Participação, em 29 de Setembro de 2014, na ACIJ , Palestra Promovida pelo Estado de Santa Catarina, sendo Palestrante Equipe Gesimples apresentado por Luíz Carlos de Lima Feitosa - Florianópolis - assunto tratado: Monitoramento das Empresas do Simples Nacional, através de informações vindas de Administradoras de Cartão de Credito, Receita Federal, "Nota Fiscal Eletrônica" - Compras, e outras fontes de informações de forma eletrônica - chamada de Concorrência Leal, onde atinge todos os contribuintes de todos os segmentos enquadrados no Simples Nacional.

    Ligue:(47) 3026-6070 / 3433-9970
    CRC:017209/O-0
    Ajorpeme Sindicon Informrlex Prince Econet Sescon Prosoft

    Rua Blumenau, 314 - América, Joinville - SC 89237-460